Extreme Delphi Rio – Eu Fui!

O Two Days Extreme Delphi Rio ocorreu nos últimos dias 16 e 17 de julho, na cidade do Rio de Janeiro. Eu de folga, estive lá e pude participar confira nessa postagem como foi o evento.

Primeira Impressão

“Aqui no Rio tem mulata, futebol, cerveja, chop gelado, muita praia e muito sol”… como diz a música, mas também tem muito Delphi! Sala completamente lotada de uma galera superinteressada e por que não interessante?!

Extreme Delphi Rio

Mesmo ficando pouco tempo, pude interagir com alguns participantes com cases bem legais e que trocaram bastante experiências entre eles e com os palestrantes também, tenho certeza que muita coisa boa vai sair desse encontro!

Primeiro dia

Como mencionei estou de folga do trabalho e fazendo visitas à família, assim sendo não fiquei no Hotel com a equipe.Cheguei um pouco mais tarde, mas ainda a tempo de assistir Laercio Guerço falando de IoT (Internet of Thing – Internet das Coisas).

Laercio Guerço - Extreme Delphi Rio

Ainda antes do almoço Alan Glei, que pela primeira vez tive o privilégio de não só assistir mas de aprender… afinal o Alan dá uma verdadeira aula de FireDAC, isso quem nunca viu é recomendadíssimo!!! O “fazendeiro” DAC arrebenta!

Alan Glei - Exteme Delphi Rio

Depois ainda tivemos Victory Fernandes com a Arte de escrever pouco código numa apresentação capaz de mostrar todo o potencial dos componentes da Gnostice.

Victory Fernandes - Extreme Delphi Rio

Qualquer dúvida que existisse tinha, com toda certeza, prazo de validade pois estava por vir o “homem de todas as respostas”. Do RTTI ao Livebinds, Kelver Merlotti é como aquele jogador que quando entra em campo você sabe que terá um grande espetáculo. Sim todas as respostas estão com ele, fácil de entender o por quê do apelido ter ficado!

Kelver Merlotti - Extreme Delphi Rio

Tarde se estendendo, alguns atrasos previsíveis para tanto conteúdo e tanta dúvida e tanta mente borbulhando de novas ideias com o que já havia sido mostrado até então, mas ainda havia mais por vir!
William Duarte trazia um case “Impecável“, expondo os desafios do dia a dia dos desenvolvedores como ter um software capaz de reduzir custo, ser eficaz, cumprindo prazos… com Delphi é possível com William fica melhor a galera ficou boquiaberta e viu novas possibilidades para seus desafios.

William Duarte - Extreme Delphi Rio

Depois de tudo isso chegou a minha vez! E como começar depois do que já havia sido visto até então???

Levei para os congressistas algumas dicas para o desenvolvimento Android com Delphi, números de mercado, truques para burlar algumas dificuldades iniciais e evitar alguns erros cometidos em que vai começar a criar Apps e disponibilizá-las no Google Play.

Landerson Gomes - Extreme Delphi Rio

Para minha sorte a galera pareceu ter curtido bastante o conteúdo e ainda demos boas risadas.

Segundo Dia

No domingo eu cheguei um pouco mais cedo e sairia mais cedo também, mas o ritmo continuava o mesmo… Rodrigo Mourão falou sobre a importância de ter suas aplicações preparadas para trabalharem orientadas a serviços, JSON e REST foram o foco. Kelver apresentou como configurar o Delphi para as plataformas móveis com o FireMonkey, e em seguida Eu apresentei uma palestra que chamo de o “Ingrediente secreto nas receitas do dia a dia”, na qual eu conto um pouco de como empregar o Delphi em pequenas soluções que agreguem valor a processos do cotidiano. Sorteio dos brindes foi antecipado, tivemos o Homem de todas as resposta compartilhando um projeto FireMonkey com a turma, que pode ver como juntar conhecimento com a ferramenta já reconhecidamente campeã em produtividade pode trazer um universo de possibilidades mais para perto de você.
Partimos para o almoço e depois ainda tinha muito mais… entretanto precisava dar continuidade a minha turnê familiar e não pude ficar por mais tempo.

Confira uma galeria de fotos que consegui reunir

Relações Humanas

O mundo dos negócios chama de network, mas eu prefiro o caloroso termo em nossa língua: Relações Humanas. E isso não falta nos Extremes sejam onde for, afinal aqui no Rio pude conhecer pessoalmente o grande Amarildo Lacerda, membro sempre ativo na comunidade Delphi e com tanto tempo nessa estrada. Robson Rodrigues que trocamos algumas ideias pela internet, pudemos nos falar pessoalmente. Pude dividir a mesa no almoço com Kleberson e família, e também com o Felipe Cascardo, grande figura!
De Friburgo pude trocar ideia com João Agusto Bueno, que tem em comum a mesma faculdade que eu fiz em Nova Friburgo, alem dos mestres Ângelo Pecly, Loyola, Paulo Borges entre outros. E de Itaperuna Elieser Riani e Welton Mattos, altas ideias e movimentação para agitar a comunidade no noroeste do Estado… contem comigo aí hein, e longe mas marcando com antecedência faço força para ir!

Falando em relações humanas fica meu desejo de melhoras à Senhora Mourão!
Estamos na torcida pela sua pronta recuperação!

Finalizando

TPapaiama.Create()Como não pude ficar até o final, tive que finalizar antes do Fim… para não acharem que não teve Delphi na minha postagem, segue um pequeno trecho do código que não disponibilizei, mas os presentes entenderão:

TPapaiAma = class(TLanderson, IDelphi)
private
//
protected
   procedure Zoar: Boolean; override;
   function DarDica: Boolean; override;
end;

...

   Show Message('Hello bípedes!');

...

Até a próxima!

2 respostas para “Extreme Delphi Rio – Eu Fui!”

    1. Olá Paulo, primeiramente seja muito bem vindo ao blog!
      É um enorme prazer ler comentários como o seu, pois considero super importante mostrarmos a força da comunidade nos eventos presenciais.
      Nos vemos nos próximos!
      Grande abraço!

Deixe uma resposta